Anuncio_-_Tribuna_Zona_Leste_-_Alcoa_59_anos-portal.jpg


 

fila

Tiago Braz se dizx preocupado com o 'Fila Zero' em Poços

"Há duas semanas houve o mutirão de consultas em ortopedia e apesar de ter atendido diversas pessoas, muitas delas saíram com diversos questionamentos e críticas pelo atendimento", disse ontem, o vereador Tiago Braz. Segundo ele, anda muito preocupado com o Programa Fila Zero, que, na sua avaliação, não tem sido efetivo.

"A gente sabe que no meio político eles dão um jeito de resolver aquilo que eles acham que vai ser importante politicamente para eles. Este Fila Zero eu vejo que é assim. Nós vemos o secretário em constante campanha política, não sei candidato a que ele é, mas o que se vê é ele fazendo campanha política, enquanto que o adjunto trabalha pesado, assim como as equipes trabalham do setor", afirmou Tiago.

Na avaliação dele, a Câmara precisava se posicionar referente a isso, porque diariamente, além das diversas denúncias que os vereadores recebem de assédio moral, têm recebido também de utilização de um cargo de gestor em benefício individual e isso precisa ser investigado.

"Se um secretário estiver intervindo individualmente em casos e passando pessoas na frente, isso é muito grave", alertou o vereador.

Vereadores rejeitam suplementação para eventos

Por 7 votos a 4 e uma abstenção, foi rejeitado o projeto de lei do executivo que autoriza a abertura de crédito suplementar a dotação orçamentária, no valor de R$ 1,9 milhões, para a promoção dos eventos: aniversário de Poços, Natal 2023 e Carnaval 2024.

Votaram contra os vereadores Diney Lenon, Lucas Arruda, Luzia Martins, Marcelo Heitor, Roberto dos Santos, Silvio de Assis e Tiago Braz. Os favoráveis foram os vereadores Wellington Paulista, Flávio Togni, Claudiney Marques e Kleber Silva. A abstenção foi do vereador Ricardo Sabino. Os vereadores Regina Cioffi e o pastor Wilson estavam ausentes da sessão.

A alegação do vereador Roberto dos Santos para a votação contrária foi pelo fato de todos os eventos estarem incluídos em um só pacote. Já a vereadora Luzia Martins alegou a falta de gestão para o executivo se programar na realização dos eventos.

Como o prefeito pode, dentro do que a margem permite, fazer a suplementação de verba por decreto, alguns vereadores votaram contra o projeto para que ele assuma a responsabilidade sozinho.

Doação de terreno para a APC

O vereador Silvio de Assis afirmou que todos têm visto a doação de tantos terrenos de milhões de reais, no Distrito Industrial e que seria justo que o município doasse um para a Academia Poços-Caldense de Letras.

Explicou que foi dito que no mês de outubro o município repassaria um imóvel para a associação na zona leste, mas que ele foi incendiado esta semana.

Disse que a academia encaminhou um ofício ao executivo solicitando um terreno localizado na Praça da Maçonaria, no bairro São Benedito, e que por isso estava apresentando uma moção de apelo ao prefeito neste sentido para que a academia possa construir ali a sua sede.

"A Academia Poços-Caldense de Letras precisa ser respeitada, precisa de incentivo e de apoio do poder público, porque o papel que ela cumpre é indissociável da própria natureza do sistema que a gente vive, republicano, democrático, que valoriza a nossa história e identidade", defendeu o vereador Diney Lenon.

Gestão transparente

Segundo Greice Keli Alves, uma das componentes da *chapa 2- Renova Sindserv, “convidamos o trabalhador e trabalhadora para serem protagonistas, e não apenas meros espectadores da mudança que desejamos promover. Propomos um modelo de gestão participativa, em que uma das nossas primeiras iniciativas quando do lançamento da chapa, foi justamente a escuta dos anseios dos nossos colegas”, disse ela.

Para Greici “não podemos nos distanciar da base, que é onde estamos e para onde vamos voltar. Temos compromisso assumido, de lutar com coragem, e sem acordos de gabinete pelos direitos dos servidores municipais”, falou.

Dia 13 e 14, representando a Chapa 2, Greice convida o servidor e servidora municipais a escolherem a “renovação, a esperança, e uma gestão transparente e compartilhada!”.

Asfalto e mobilidade

"Estamos asfaltando agora a Barão do Campo Místico, importante rua da área central que dá acesso a vários bairros e também faz a ligação com a zona sul da cidade", informou o prefeito Sérgio Azevedo através de vídeo divulgado em suas redes sociais.

Esta via, segundo ele, passará a ser de mão única, no sentido centro/bairro e para o sentido contrário o acesso será pela nova via que a prefeitura construiu na continuação da avenida Irradiação.

"É mais uma novidade que vai trazer melhoria na mobilidade e segurança no trânsito", garantiu o prefeito. 

   EM OFF   

* A maior sinalização de que o prefeito Sérgio Azevedo não vai incentivar uma aproximação com o deputado Rodrigo Lopes (União Brasil), foi a visita que o deputado fez ao seu gabinete para inclusive comunica-lo que será homenageado pela Assembleia Legislativa por sua indicação. A audiência durou poucos minutos, não contou com a presença do vice Júlio de Freitas e sequer mereceu alguma foto ou release por parte da assessoria de imprensa. Sérgio continua “fechado” com Mauro Tramonte e de olho numa candidatura a deputado federal em dobradinha com o deputado do Republicanos.

* Segundo notícia veiculada pelo jornal O Tempo, em sua edição de ontem, o Ministério da Fazenda recebeu, na última semana, um ofício do governo de Minas Gerais que questiona a União se há interesse em assumir a gestão da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemig) como pagamento para abater parte da dívida com a União. A informação causou alguns comentários em Poços de Caldas, onde o Governo do Estado é proprietário das Thermas Antonio Carlos, Balneário Mário Mourão, Pálace Hotel e Pálace Casino. Vale ressaltar, no entanto, que o patrimônio do Estado em Poços pertence a CODEMG e não a CODEMIG, que hoje cuida, principalmente das minas de nióbio, no município de Araxá.

* Contam que a ameaça de despejo do Aeroclube já resultou, alguns meses atrás, em uma acalorada discussão envolvendo o seu presidente Jean Claude Manzo e o prefeito Sérgio Azevedo. Quem assistiu ao bate-boca diz que faltou pouco para chegassem às vias de fato. Presentes, como testemunhas do episódio estavam os vereadores Regina Cioffi e Marcelo Heitor.

* Os vereadores aprovaram ontem a moção de apelo ao prefeito, apresentado pela vereadora Luzia Martins e endereçada ao prefeito, com o apoio das secretarias de Educação, Cultura e Turismo, para que evitem a realização de eventos com muito barulho, principalmente nas proximidades dos locais de prova do Enem, nos dias 5 e 12 de novembro, das 13h às 18h. "Que o bom senso se impere e que possamos ter os nossos estudantes tranquilos numa hora que para eles é tão difícil", defendeu Luzia.

* Já o vereador Lucas Arruda apresentou e teve aprovada a moção de apelo ao poder executivo para que estenda o meio passe estudantil para todas as universidades de Poços. "Temos legislação desde 2010 que garante a meia passagem para todos os estudantes universitários, inclusive de ensino técnico. Porém, quando foi aprovada essa legislação, ela não foi implementada em sua integralidade, visto que existia um contrato com a concessionária antes da legislação", explicou o vereador.

* Além de ter feito um bom trabalho na secretaria de serviços públicos, Thiago Biagioni conquistou a confiança e amizade de boa parte dos servidores que trabalham no setor. Tanto é verdade, que nas suas caminhadas pela Av. João Pinheiro, sempre que está em Poços, é cumprimentado e abraçado pelo pessoal da secretaria que trabalha nas obras de revitalização, como mostra a foto, tirada quinta-feira da semana passada. “Deixei muitos amigos lá”, costuma dizer Thiago.

* Como o blog havia antecipado, Sérgio Azevedo e José Damião, acompanhado das respectivas esposas viajaram para a Argentina para uns dias de folga e retornaram a Poços no último domingo. É mais uma mostra de que o prefeito não vai deixar o amigo de primeira hora no chão duro, devendo coloca-lo como integrante da chapa que vai disputar os cargos majoritários de prefeito e vice. Damião e Paulo Ney são hoje os dois assessores de maior confiança do alcaide de plantão.

* Quem??? Dá para perceber que a aprovação do governo de Sérgio Azevedo já não tem a mesma aprovação do primeiro mandato e muita gente está descontente com o seu governo. Mas sempre vem a pergunta: quem poderíamos colocar lá para assumir o cargo? A verdade é que existe um vazio de lideranças e são poucos aqueles que se dispõem a entrar para a política. Principalmente quem teria condições para fazer um bom governo. E’ isso.

* A bandeira tarifária de novembro será verde, o que significa que não haverá cobrança de custos extras nas contas de energia elétrica. A informação foi divulgada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). As condições favoráveis de geração hidrelétrica têm mantido a sinalização verde desde abril de 2022.

* O deputado estadual Rodrigo Lopes informou que nesta quarta-feira o secretário de Estado de Infraestrutura, Pedro Bruno, visita o Sul de Minas. "O secretário atendendo as reivindicações feitas na audiência pública da semana passada, no dia 26, estará aqui, a partir das 07h30, começando na praça de pedágio de Santa Rita do Sapucaí, seguindo pela MG 290, parando nos pontos específicos e fazendo as avaliações", informou.

* O prefeito Sérgio Azevedo continua anunciando obras de asfaltamento em diversas ruas e avenidas, mas mantém no esquecimento muitas vias que estão todas esburacadas e sem nem mesmo receber atenção de um tapa-buracos, na zona oeste. A rua Gama Cruz, que sofreu intervenções por parte do DMAE é um exemplo do desleixo e falta de respeito para com os moradores, comerciantes e principalmente aos motoristas que trafegam por esta rua que apresenta grande movimento.