Anuncio_-_Tribuna_Zona_Leste_-_Alcoa_59_anos-portal.jpg


 

diney 2

Vereador Diney Lenon: Sindicato dos Servidores denuncia

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais encaminhou representação ao corregedor da Câmara, vereador Marcelo Heitor, para a instalação de processo ético disciplinar contra o vereador Diney Lenon (PT) que teria utilizado de sua condição parlamentar para "beneficiar seus conhecidos, disponibilizando senhas avulsas ao seu pessoal" para participar da reunião extraordinária, quando foi votado o regime jurídico estatutário.

"Para um melhor entendimento, o vereador, que apoia uma das chapas que concorre as eleições sindicais, facilitou que seus candidatos tivessem um acesso privilegiado em detrimentos dos demais, passando-os na frente de outros servidores, desprezando os diversos trabalhadores que aguardavam por horas a entrada na Casa Legislativa", segundo o Sindserv.

Ainda segundo a entidade sindical, inconformada com o ocorrido, a servidora Ana Lúcia Ramos de Oliveira, dirigente sindical, interveio na ação do vereador, momento em que teria sido ofendida e desrespeitada. "Quando buscava impedir o desrespeito que foi submetida e tentando resguardar a ordem de entrada, a servidora foi ofendida pelo vereador com os seguintes dizeres: 'você não trabalha, você não gosta de trabalhar, você é vagabunda'".

A ofendida questionou o vereador o motivo de não respeitar a sistematização estabelecida, ocasião em que o vereador "mais uma vez agiu em desconformidade com o decoro parlamentar: "faço, pois sou vereador". Para o sindicato, tal conduta "não pode passar despercebida, uma vez que o vereador já é conhecido por seu comportamento grosseiro e agressivo, condição que já resultou em punições no Legislativo e até mesmo na esfera penal".

O corregedor, vereador Marcelo Heitor, através de ofício à Mesa Diretora, está requerendo relato por escrito do servidor responsável pela segurança da Câmara Municipal referente aos eventos ocorridos em 20 de outubro, quando da realização da reunião extraordinária.

Exposição em redes sociais

Já a assessora da vereadora Regina Cioffi, Lucimara Poloniato, também encaminhou ofício ao presidente da Câmara, vereador Douglas Dofu, solicitando imagens internas, quando da votação do regime jurídico dos servidores. "Ao adentrar o hall da porta lateral desta Casa, acompanhando a vereadora com a qual eu trabalho, fomos violentamente empurradas e encurraladas na entrada de acesso à cozinha, onde encontramos a porta trancada. Naquele momento de extrema tensão, algumas servidoras públicas tentaram invadir o espaço onde estávamos, utilizando de força física como empurrões e palavreado impróprio, momento em que, para me defender, entrei em discussão com as mesmas e fui inclusive acusada de agredi-las, fato este que não ocorreu. Durante este bate-boca, outra servidora iniciou a filmagem e expôs minha imagem em rede social", lamentou Lucimara.

"Solicito as gravações das câmeras de segurança do hall que antecede o plenário, entre o período de 13h45 e 13h55, momento do ocorrido, para que devidas providências sejam tomadas", justificou.

Coletivo das Mulheres protocola denúncia contra vereador

O Coletivo Mulheres pela Democracia denunciou o vereador Roberto dos Santos junto à Corregedoria por Quebra de Decoro Parlamentar.

"O vereador denunciado agiu de forma ofensiva e misógina com uma servidora pública que estava se manifestando no plenário", informa o coletivo. Segundo a denúncia, a servidora foi hostilizada e injuriada pelo vereador e lavrou Boletim de Ocorrência.

Naquela ocasião, segundo o coletivo, o vereador questionou a servidora sobre seu local de trabalho, tendo a mesma dito que não era interesse dele. O vereador retrucou em um tom rude dizendo: “minha senhora, vá para sua casa, sua gorda, pára que tá feio", informou o Coletivo. Na avaliação do órgão, a servidora não respondeu por se "tratar de uma clara tentativa de assédio moral".

aero

Prefeitura afirma que desconhece situação jurídica do aeroporto

Ainda sobre a polêmica criada entre o Município e o Aeroclube local, por conta de várias dúvidas existentes nos diversos convênios celebrados com a autoridade aeronáutica, e respondendo a contranotificação feita pelo presidente do Aerocliube, e endereçada a Prefeitura, o secretário de Defesa Social, repassou a questão para a Procuradoria-Geral do Município, que por sua vez alega desconhecer a qual a situação jurídica do aeroporto, que segundo o Aeroclube, se trata de um aeródromo.

A Procuradora Vanessa Cristina Gavião Bastos respondeu, no dia 27 de outubro último aos questionamentos, fazendo algumas considerações e afirmando que é imperioso destacar que a questão apontada se mostra deveras complexa e, quiçá, confusa, haja vista a miscelânea realizada em torno dos termos utilizados nos convênios discutidos.

Ao final das suas considerações a Procuradora afirma que diante das considerações ad cautelam, e a título de sugestão, caso ainda persista a dúvida em relação a vigência do Convênio celebrado em 1991, sugere-se que seja a Secretaria de Aviação Civil consultada acerca de qual instrumento jurídico encontra-se vigente em relação ao Aeroporto de Poços de Caldas, bem como se existe divergência em relação à situação do aeródromo. Possível resposta oficial espancaria, pois, qualquer questionamento acerca destas conclusões.

Acesse o link abaixo para ler, na íntegra, o parecer.

Contranotificação – Resposta da Prefeitura

Laços com o PT e com a igreja

Eloísio do Carmo Lourenço foi o entrevistado desta semana pelo programa Hora da Verdade, da TV Poços, na série com os ex-prefeitos de Poços. Disse que na semana passada esteve em Brasília conversando com o deputado federal Odair Cunha e com a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann (que está se recuperando de uma cirurgia de coração), e com o deputado Luizinho do PT.

"Tenho um relacionamento muito bom com o PT nacional e também com o PT daqui, com o Paulo Tadeu, que é um dos maiores políticos de Poços", afirmou Eloísio, que hoje é filiado ao PSB, mas que por muito tempo esteve no PT.

Segundo ele, vem de uma família muito católica, com a participação efetiva de seu pais que eram cantores de coral de igreja. "Foi na igreja que eu descobri que as injustiças sociais existem e fui aprendendo também que uma das formas de se combater isso está na política. Foi a partir daí que comecei a entrar pelo caminho político", informou.

Religião tomando espaços políticos

Eloísio afirmou que hoje se assusta muito com a forma com que a religião tem tomado espaços políticos, porque acredita que quem tem uma caminhada de fé, trabalha a favor da vida, do povo e da sua alimentação. "Não dá para você dizer que é religioso e não ter esta visão voltada para a população", disse. Para ele, há um desvirtuamento dessa linha de pensamento e ao longo da história da humanidade a religião e a crença das pessoas são usadas como forma de dominação.

"Acho que é isso que se faz em alguns espaços, onde você tenta deixar as pessoas cada vez menos informadas e com uma idéia de que a salvação é só do espírito e vendendo alguma coisa que realmente não existe do ponto de vista espiritual das pessoas e isso é uma covardia, um erro. Da forma como se faz atualmente é muito alienante", lamentou Eloísio.

   EM OFF   

* Notícia nada boa para a vereadora Regina Cioffi (PP), que estava articulando para tirar o Podemos das mãos do ex-vereador Rovilson de Lima e juntá-lo ao grupo que apoia a administração comandada pelo prefeito Sérgio Azevedo. A Comissão Executiva do partido foi renovada, segundo o que está publicado no site do TSE e manteve na presidência da legenda o ex-vereador. Francislei Ribeiro é o primeiro Vice-presidente; Willian Ferreira de Lima o Secretário-Geral e Valquiria Ferreira de Lima a presidente do Podemos Mulher.

* Outra notícia nada boa para o grupo da situação é que está agendada para o próximo dia 11 de novembro uma manifestação da direita em Poços de Caldas, tendo à frente da organização o ex-candidato a deputado federal e blogueiro bolsonarista, Alberto Silva, mais conhecido como Beto Loko, que todos sabem, mantém bom trânsito em Brasília junto ao pessoal da direita. O objetivo maior do movimento é tirar o Partido Liberal (PL) das mãos de Vanderlei Monteiro, ocupante de cargo de confiança na administração do PSDB.

* Com essa movimentação, o grupo que comanda a prefeitura corre sério risco de ficar enfraquecido em termos de aliança partidária, uma vez que dificilmente o PSD continuará nas mãos do secretário Tiago Mariano e o PL pode mudar de comando, enquanto que o Podemos que estava caminhando para ser comandado pela vereadora Regina vai continuar nas mãos do ex-vereador Rovilson de Lima.

* Desde ontem moradores de Poços de Caldas já estão pagando 8,30% a mais pelo consumo de água tratada distribuída pelo Departamento Municipal de Água e Esgoto. E podem acabar pagando ainda mais, caso seja aprovada conforme está redigida a proposta de reforma tributária que vai elevar o preço da água tratada entre 10% a 18%. Quem diz isso é a Associação e o Sindicato das Concessionárias de Serviços Públicos de Água e Esgoto. Pelo menos por enquanto ainda não vimos uma manifestação do presidente da ASSEMAE, engenheiro Rodopiano Marques Evangelista a respeito do assunto.

* Pelo que estamos assistindo, a campanha eleitoral de 2024 começou antes da hora. O secretário de saúde Thiago Mariano faz propaganda o tempo todo sobre das suas ações à frente da pasta e na Câmara é visto como um provável candidato a prefeito e se tornou alvo preferido de alguns vereadores, entre os quais estão Tiago Braz, que na sessão de terça-feira foi apoiado pelo vereador Flavinho, quando fez uma crítica a atuação de Mariano. Flavinho que é filiado ao PSDB já declarou que pretende se candidatar a prefeito na próxima eleição.

* Segundo dados do Caged, Pouso Alegre foi a cidade da região que mais gerou empregos no mês de setembro com a abertura de 734 novos postos de trabalho. Poços de Caldas ficou em segundo com 214 novas vagas, seguida de Extrema com 149.

* O deputado Mauro Tramonte (republicanos), informa que também está na luta pela redução dos preços dos pedágios instalados nas rodovias da região que foram privatizadas pelo governador Romeu Zema. Na audiência pública realizada pela Assembleia para tratar do assunto, na quinta-feira, Mauro defendeu que os valores sejam os mesmos praticados na rodovia Fernão Dias. Aliás, desde o início do ano ele vem pedindo isso, conforme requerimento apresentado. Disse ainda que caso contrário, prejudicará além de trabalhadores e estudantes, o turismo da região.

* Os vereadores deveriam ter um pouco mais de respeito não só com autoridades, mas principalmente com os eleitores. Ontem em mais uma audiência pública sobre meio ambiente alguns vereadores passaram por lá apenas para o famoso: "Oi! Eu vim..." e sequer esquentaram as cadeiras só porque era véspera de feriado. O presidente da Casa precisa tomar uma providência para evitar a desmoralização do legislativo neste mandato. A audiência tinha como pauta matérias de direito constitucional.

* E os danos causados pela invasão de hackers no servidor da empresa Sonner, responsável pelo setor de informática da prefeitura continua causando problemas para quem necessita de dados do seu sistema digital. Segundo informações, os HDs onde estariam armazenados os dados do período em que o sistema foi afetado teriam sido levados para Campinas na tentativa de recuperá-los. Se der certo o sistema deve ser normalizado a partir do dia 8.

Aos leitores

O blog voltará a ser atualizado no sábado.