Anuncio_-_Tribuna_Zona_Leste_-_Alcoa_59_anos-portal.jpg


 

psd

PSB amplia o arco das alianças para aseleições de outubro

A diretoria executiva do PSB realizou reunião na tarde desta sexta-feira, 5, na sede do Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais (Sinpro Minas), em Poços de Caldas, para anunciar novos filiados, entre eles, o ex-prefeito e ex-deputado federal Geraldo Thadeu. Além dele, foi confirmada a filiação do ex-secretário municipal de Cultura, João Alexandre Moura, que foi candidato a prefeito de Poços em 2020 e que atualmente é secretário municipal de Cultura, Turismo e Esportes em Machado.

O PSB anunciou ainda a filiação de ex-partidários históricos do MDB de Poços de Caldas: os empresários Sílvio José Ferreira e José Antônio Mareca. O radialista Paulo Sérgio Norberto foi outra filiação confirmada na legenda. Servidores municipais que atuam em várias repartições municipais também se filiaram ao partido nos últimos dias. O partido apresentou em fevereiro o nome do ex-prefeito Eloisio do Carmo Lourenço como pré-candidato a prefeito e busca o fortalecimento do seu grupo político através de novas filiações e coligações com outros partidos.

Sindserv atualiza informações do acordo coletivo

Em vídeo divulgado pela diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, a categoria foi informada sobre as atualizações do acordo coletivo 2024/2025. A presidente Greice Keli lembrou que em assembleia realizada em 22 de março os servidores não aceitaram a "proposta ridícula" do prefeito de 0,38% no aumento e R$ 50 a mais no vale-alimentação, mas que mesmo assim o prefeito enviou o projeto para Câmara Municipal, que o aprovou na sessão ordinária de terça-feira, porém sem o aval do sindicato e dos servidores que "não vão mais aceitar nenhum tipo de desrespeito e desvalorização".

Greice disse que, conforme foi deliberado em assembleia, o Sindserv ingressou com pedido para mediação judicial e a primeira audiência foi na quinta-feira com o desembargador.

"Nós já tínhamos deixado muito bem explicado em assembleia que este é um ano eleitoral e, por isso, na audiência foi difícil avançar na questão financeira, mas a gente também teve uma vitória, porque a prefeitura estava enrolando pra assinatura das cláusulas sociais", informou. A sindicalista contou que o desembargador marcou a data da próxima reunião e que as cláusulas sociais foram garantidas e assinadas no dia 10 de abril. "Diferente de tudo o que acreditamos durante estes anos todos é possível negar um aumento ridículo e ainda assim garantir as cláusulas sociais. Não existe essa de ou assina tudo ou não assina nada e nos próximos acordos já temos isso em mente e a gente não vai aceitar qualquer coisa", declarou

Vai ter luta

Já a secretária de finanças do sindicato, Taciana Oliveira, informou que na audiência na Justiça estava presente o representante do Ministério Público que fez questão de lembrar ao desembargador do "número absurdo de denúncias que existe contra o município de Poços de Caldas e lembrou também que o município não paga o piso, o que é uma situação lamentável". A secretária-geral do Sindserv, Renata Assis, agradeceu a todos os servidores que participaram da manifestação na porta da prefeitura, das assembleias e lembrou que conforme foi deliberado no último encontro o sindicato está trabalhando firme no calendário de luta.

Prorrogado prazo para a entrega do laudo do monotrilho

Foi prorrogado por mais 45 dias o prazo para a entrega do laudo sobre a estrutura do monotrilho. O prazo seria encerrado ontem. Paulo Milton, engenheiro da Secretaria de Obras, afirmou que o laudo poderá concluir pela demolição da estrutura do monotrilho ou sua recuperação. Tanto a recuperação quanto a demolição terão custos, que serão apontados também no laudo, que estão custando aos cofres municipais R$ 144 mil. A prorrogação do prazo se deu, segundo o engenheiro, em consequência da chuva que impediu a utilização de equipamentos que servem para fazer um raio-x da estrutura.

   EM OFF   

* Como era esperado, a sexta-feira foi de muita tensão na política sulfurosa, principalmente pelos lados do grupo da situação. Uma reunião de emergência com representantes dos partidos aliados foi convocada por Celso Donato, em um hotel do centro e o desentendimento entre as lideranças do grupo ficou clara, uma vez que os representantes dos partidos não chegavam a um acordo quanto aos nomes dos candidatos a cargos no executivo.

* O clima esquentou e por volta das 17 horas o prefeito Sérgio Azevedo perdeu a paciência, se levantou e disse que estava se retirando da reunião porque tinha outros compromissos. “Vocês que resolvam, se não conseguirem resolver, vou fazer do meu jeito” teria dito o alcaide antes de deixar o local.

* Mesmo com os protestos do PP de Regina Cioffi e do vereador Roberto Santos, do Republicanos, ao final da reunião ficou decidido que a chapa será aquela que já vinha sendo divulgada, com Paulo Ney, agora filiado ao União Brasil, candidato a prefeito, tendo na vice o presidente do PL, vereador Marcelo Heitor.

* Terminada a reunião, segundo informações colhidas pelo blog, o deputado federal Ulisses Guimarães (MDB) entrou em contato com o deputado Mauro Tramonte, convidando o Republicanos a integrar a sua coligação. Ulisses teria prometido, se eleito, apoiar a reeleição do deputado.

* Segundo Demilton Vacarelli, presidente do Republicanos, a conversa existiu, mas nada foi decidido. Ele confirmou o descontentamento com a decisão de filiar Paulo Ney no União Brasil, dizendo que havia uma promessa do prefeito de que um nome indicado pelo partido faria parte da chapa que vai disputar o comando da prefeitura.

* Geraldo Thadeu deixou o Republicanos para se filiar no PSB do ex-prefeito Eloisio Lourenço, de quem poderá ser vice, caso aceite o convite que já foi feito a ele. Geraldo decidiu trocar de legenda para ficar mais próximo do ex-prefeito e só não será o candidato a vice se o PT indicar um nome para ocupar o posto.

* Embora a expectativa fosse para que o secretário de governo Paulo Ney de Castro Júnior assinasse a ficha de filiação no União Brasil, nesta sexta-feira, ou mesmo hoje, último dia para filiação de candidatos na eleição de novembro, há quem afirme que ele assinou a ficha uma semana atrás, quando esteve reunido com o deputado estadual Rodrigo Lopes.

* Quem estava cuspindo marimbondos ontem era a vereadora Regina Cioffi (PP), que está fora da dupla que vai disputar o comando do executivo. A vereadora, segundo informações se sente traída pelo prefeito Sérgio Azevedo e estaria preparando um comunicado anunciando o rompimento a ser divulgado na próxima quarta-feira.

* O que não faltou, ontem, foram mensagens encaminhadas ao blog com informações das mais variadas a respeito da escolha dos candidatos do grupo da situação para o executivo. Em uma delas, o leitor pergunta é se o prefeito teria coragem de contrariar Carlos Mosconi tirando Paulo Ney, do PSDB (partido do prefeito) e concordando com a sua filiação no União Brasil, legenda na qual está o deputado Rodrigo Lopes, adversário político de Carlos Mosconi, em Andradas? E quem garante que o candidato será mesmo Paulo Ney?

* Durante a realização da audiência pública na Câmara Municipal, tendo como tema 'Políticas Públicas para a Juventude", o vereador Claudiney Marques afirmou que o maior medo do ser humano é falar em público e depois o da morte. "Cada um de vocês que vieram aqui hoje e subiram à tribuna, parabéns. Eu fico aqui imaginando onde eu estava na idade de vocês, certamente não estava encarando um desafio como este", disse o vereador.

kelli

* A estreia do programa Mulheres em Ação, pela Rádio Estúdio FM 87,9 ontem, à partir das 10 horas da manhã, registrou boa audiência, para satisfação da jornalista e apresentadora do programa Renata Cunha. No programa de estreia, a entrevistada foi Greice Kely Alves, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, que falou sobre a importância da presença feminina em cargos de liderança e também da mulher no serviço público.