AMTU web

 


cmpc 060224

Prefeito Sérgio fala sobre as obras do seu governo

Com a presença do prefeito Sérgio Azevedo e do vice-prefeito Júlio de Freitas, além de secretários municipais e ocupantes de cargos de confiança no executivo, a Câmara Municipal realizou, ontem, a sua primeira sessão ordinária de 2024. Em seu pronunciamento, o prefeito agradeceu pelo carinho e atenção que sempre foi recebido pelos vereadores e apresentou um resumo dos 7 anos que esteve à frente da Prefeitura. "Muitas dessas ações foram em parceria com a Câmara Municipal e que não teriam como acontecer sem essa harmonia que hoje a gente atravessa. Poços vem dando exemplo para o Brasil de como deve ser o relacionamento entre o Executivo e o Legislativo para que a cidade possa estar ganhando", afirmou Sérgio.

Segundo ele, a cidade que sonha, pensa e faz e sua administração está praticamente cumprindo 100% do seu Plano de Governo, somando o primeiro e segundo mandatos. "Um Plano de Governo ousado, amplo e que abrangia muitas ações. Lógico que não vamos fazer 100%, algumas coisas até se mudaram, mas têm outras que não eram previstas e foram feitas", destacou.

O prefeito enumerou alguns prêmios recebidos pela administração em sua gestão e o aumento da arrecadação desde 2016 acima de 10% a cada ano. "Somente 2023 não foi um ano bom para as cidades brasileiras, não só para Poços de Caldas, foi um ano difícil, com expectativa de arrecadação não se cumprindo e caindo em alguns casos, mas conseguimos nos adequar a essa realidade", informou.

Ele ainda falou sobre o aumento de investimento no esporte, levando atividades para diversos bairros, além da ampliação e criação de áreas esportivas. Sobre o Distrito Industrial citou as 35 empresas instaladas, 39 em fase de implantação e 10 em fase de negociação.

O prefeito lembrou a aprovação do estatuto dos servidores públicos municipais, os novos concursos públicos para 509 vagas e com provas a serem realizadas em abril, além de mais 200 vagas para um segundo concurso com edital que ainda está sendo preparado. Outros temas abordados pelo prefeito foram: a aquisição de uma nova usina de asfalto, resultados apresentados pelo DME, as carruagens elétricas, saneamento básico, obras, pavimentação, aeroporto, mobilidade, infraestrutura, mudanças no trânsito na área central, concessão dos pontos turísticos, carnaval, investimento na Guarda Municipal, programa Saúde Zero, investimento nas unidades de saúde, entrega de mais de 700 unidades habitacionais, entre outros.

"A cidade é muito maior do que o Sérgio, muito maior do que qualquer um de nós. A cidade tem que vir, sempre, em primeiro lugar e por isso que vamos olhando ao redor e vendo que Poços está muito melhor", concluiu o prefeito.

Ano de muito trabalho

"Retornando os trabalhos oficialmente, nossa primeira sessão deste ano de 2024, último ano dessa legislatura, estamos bastante empolgados e empenhados porque há muito trabalho pela frente", garantiu o presidente da Câmara Municipal, vereador Douglas Dofu, em vídeo divulgado em suas redes sociais. Segundo ele, a resenha da sessão de ontem foi bastante extensa, porque os vereadores, mesmo de recesso, trabalharam bastante e apresentaram 121 requerimentos, duas moções, além do que 11 projetos de lei, que foram discutidos e votados. Só o gabinete do vereador Dofu apresentou seis requerimentos, com destaque para o que trata dos fundos municipais. "O poder executivo encaminhou os extratos dos fundos, mas nós precisamos das movimentações de forma individual de cada um deles para sabermos, de fato, como foram aplicados", justificou o vereador.

Combate ao uso de drogas ilícitas

Para o vereador Marcelo Heitor, do PL, um dos maiores desafios do poder público hoje é, certamente, a questão de segurança pública que está diretamente ligada ao uso de drogas e que alimenta uma cadeia de crimes e furtos, o que tem trazido muita insegurança para a população. "Apresentei na Câmara Municipal o projeto de lei que visa combater o uso de drogas ilícitas em áreas públicas do nosso município. É preciso agirmos com urgência para garantir maior segurança e qualidade de vida para todos os cidadãos", afirmou Marcelo.

Segundo ele, a presença de usuários de drogas em áreas públicas cria um ambiente hostil, desencorajando a circulação livre da população e impactando negativamente na qualidade de vida dos residentes. Na sua visão, além dos efeitos diretos na segurança, o aumento do uso de drogas tem impactos socieconômicos negativos, prejudicando a imagem da cidade e afetados setores como o comércio local, turismo e investimentos.

O projeto

Caso aprovado, o projeto de autoria do vereador Marcelo determina que seja constituída infração administrativa a pessoa que for flagrada em quaisquer áreas e logradouros públicos utilizando, adquirindo, guardando, tiver em depósito, transportando ou trazendo consigo, para consumo pessoal, drogas sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regular. Para fins da lei, será considerada droga ilícita a substância ou produto capaz de causar dependência. A pessoa que praticar o previsto no projeto ficará sujeita, sem prejuízo de eventuais medidas no âmbito penal, à sanção administrativa de multa, no valor de 77 UFM's (R$ 405,02 em 2024). O valor da multa subirá para 154 UFM's (R$ 810,04) quando a infração tiver sido cometida nas dependências ou imediações de estabelecimentos de ensino ou hospitalares, sedes de entidades estudantis, sociais, culturais, recreativas, esportivas ou beneficentes, locais de trabalho coletivo, recinto onde se realizem espetáculos ou diversões de qualquer natureza, de serviços de tratamento de dependentes de drogas ou de reinserção social, de unidades militares ou policiais.

Sindserv protocola denúncias após marmitas com comida azeda

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Poços de Caldas, protocolou duas denúncias e notificou a Prefeitura de Poços após as marmitas dos servidores da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) chegarem estragadas mais uma vez. Segundo a Presidenta do Sindicato, Greice Keli Alves, a situação é recorrente. Na noite da última segunda-feira (5) ela esteve na UPA após denúncia anônima e constatou que as marmitas dos servidores que trabalham no turno da noite estavam novamente estragadas. “As marmitas estavam todas impróprias para o consumo e com um cheiro horrível. É algo que não pode mais acontecer”, esbravejou a Presidenta.

Diante da situação, na tarde desta terça-feira (06), o Sindicato protocolou duas denúncias: uma delas à Vigilância Sanitária e outra ao Ministério Público do Trabalho. Além disso, a Prefeitura de Poços também foi notificada. “Infelizmente os servidores da UPA estão sendo expostos a várias situações delicadas: estão trabalhando com quadro de pessoal incompleto, expostos a uma reforma demorada e que aos olhos de alguns servidores não é funcional e ainda tem essa questão das marmitas. É um direito básico a alimentação que está sendo tolido”, reforçou a Secretária-Geral, Renata Assis.

Ainda segundo a Presidenta, o Sindicato continuará atento a essa situação. “Os servidores da UPA são trabalhadores da linha de frente e que cuidam da nossa população. Infelizmente eles estão sendo tratados com descaso pelo poder público e a gente não vai aceitar”, concluiu.

   EM OFF   

 

* Pelos lados do Departamento Municipal de Eletricidade (DME), a candidatura de Eloisio Lourenço a prefeito, mais uma vez causa calafrios só de lembrar que uma vitória do ex-prefeito pode significar a volta de João Deon (credo!!!) ao comando das empresas de energia elétrica. Foi durante a sua gestão como presidente da DME-Distribuidora que por um triz Poços de Caldas não perdeu a concessão para exploração do serviço de geração e distribuição de energia elétrica.

* A bancada do Partido dos Trabalhadores (PT) na Câmara dos Deputados escolheu, nesta terça-feira (6/2), Odair Cunha (PT-MG) para liderar os parlamentares em 2024. O mineiro foi escolhido por aclamação e por unanimidade, substituindo o deputado federal Zeca Dirceu (PT-PR), que liderou os petistas durante o primeiro ano da legislatura.

* O deputado está em seu 5º mandato, eleito pela primeira vez em 2002. Em 2013, Odair foi presidente do PT em Minas Gerais e em 2014 coordenou a campanha do ex-governador Fernando Pimentel, onde em 2015 atuou como Secretário de Estado de Governo.

* Quem pensa que é só na prefeitura que ele passa uns apertos, se enganou. O secretário de Governo, Paulo Ney, postou foto no Instagram que mostra ele passando por uns perrengues ao ajudar seus dois filhos no trabalho de escola. "O trabalho da escola das crianças também pode ser momento de diversão. Educação na escola e também em casa", afirmou.

* O vereador Claudiney Marques destacou a terça-feira como "muito especial", primeiro pelo retorno às atividades na Câmara Municipal que tanto o honra por trabalhar em prol da população e depois pelo restabelecimento de sua saúde após a cirurgia pela qual passou. "Não posso deixar de agradecer as diversas formas de carinho que recebi no desejo de minha melhora. Que Deus abençoe a todos. Vamos em frente! Há muito por se fazer, há muito por reivindicar, há muito por caminhar em prol das pessoas de bem", garantiu.

* Alguns estabelecimentos de ensino de Poços estão restringindo o uso de celulares pelos alunos com o objetivo de manter o equlibrio entre a tecnologia e o ambiente de trabalho. Em algumas unidades particulares os celulares têm que ficar desligados durante as aulas e são colocados em caixas ou mantidos nas mochilas. O uso só é liberado no intervalo ou final das aulas.

* A empresa ELC Engenharia Ltda. foi contratada pela prefeitura de Poços de Caldas, pelo valor de R$ 143.887,37, para execução de serviços para elaboração de laudo técnico, projetos, planilha orçamentária, cronograma físico financeiro e especificações técnicas com critérios de medição para avaliação da estrutura de sustentação do monotrilho. A empresa terá prazo de 90 dias para apresentar o laudo final.