AMTU web

 


20230809172333 MG 8484

Meteoric Resources pretende extrair minerais de alto valor agregado, gerando cerca de 700 empregos diretos 

(Cristiano Machado / Imprensa MG)

 O governador Romeu Zema assinou, nesta quarta-feira (9/8), em Poços de Caldas, no Sul de Minas, protocolo de intenções com a empresa Meteoric Resources NL para a extração de terras raras em Minas Gerais. O investimento da empresa será superior a R$1 bilhão no projeto de extração de argila iônica. A expectativa é de geração de 700 empregos.

 Durante a solenidade, Zema ressaltou a importância desta parceria, que beneficia o desenvolvimento econômico, geração de emprego e renda para Minas Gerais, e lembrou os problemas que enfrentou no início da sua gestão. “É um prazer estar em Poços de Caldas, principalmente por causa desse anúncio que vai somar muito para o desenvolvimento da cidade. O que nós temos feito na nossa gestão é exatamente isso, são centenas de anúncios como este que tem mudado o cenário de Minas Gerais. Relembrando que quatro anos e meio atrás nós éramos um Estado que não pagava em dia a folha de pagamento, não quitava o décimo terceiro salário, não pagava férias prêmio e outros direitos dos funcionários públicos. Hoje tudo isso é passado”, disse.

Além disso, o governador destacou o novo cenário vivido por Minas Gerais em relação a transição energética e falou também sobre a mineração no Estado. Zema também mostrou apoio aos empreendimentos que queiram investir em Minas Gerais. “Nosso Estado foi abençoado, mais uma vez. Temos essas terras raras que serão utilizadas e também o Vale do Lítio. Nós temos provado que é possível ter mineração com responsabilidade ambiental e social. No Vale do Lítio, temos a empresa Sigma, que tem hoje o lítio mais verde do mundo, pois utiliza energia renovável e consome pouquíssima água. O que nós queremos é isso, uma mineração segura e verde”, ressaltou. “Todo investidor terá total apoio do Governo de Minas. Eu sei perfeitamente os problemas que os investidores passam aqui no estado. Então, estou aqui para que isso não aconteça, sempre fazendo tudo dentro da lei”, completou.

O diretor executivo da Meteoric, Marcelo de Carvalho, se mostrou otimista com o projeto que pode ser referência no mundo. “Não só nós acreditamos nesse projeto, mas os investidores também. Tenho certeza que esse é o maior projeto de terras raras do mundo”, destacou.

O prefeito de Poços de Caldas, Sérgio Azevedo, elogiou o Governo de Minas por trabalhar próximo dos municípios para atrair investimentos e desenvolvimento para o Estado. “Hoje Poços de Caldas é uma das cidades que mais atrai investimentos industriais em Minas. Isso se dá graças ao governador Romeu Zema e todo o Governo do Estado”, destacou.

Potência Mundial

De acordo com o diretor-presidente da Invest Minas, João Paulo Braga, esse acordo pode colocar Minas Gerais entre os maiores produtores desse tipo de mineral no mundo, assim como no lítio. “A confirmação do minério e esse investimento da Meteoric, em Poços de Caldas, são suficientes para impactar a indústria extrativa de terras raras no mundo, colocando Minas Gerais e o Brasil novamente em destaque, assim como aconteceu recentemente com o Vale do Lítio. São oportunidades que estão se abrindo para que nosso estado seja um dos principais atores nos processos de transição energética e de descarbonização da economia mundial”, enfatizou. Minerais Esses minerais são utilizados em várias indústrias, principalmente na produção de energia renovável (turbinas eólicas e células fotovoltaicas), cabos, ímãs, baterias, entre outros produtos e equipamentos.

Os estudos sobre a qualidade e a quantidade dessas reservas são feitos há 12 anos pela Togni. Esses ensaios apontaram que o material possui um alto potencial mercadológico. Atualmente, a China concentra cerca de 90% da produção mundial de terras raras. “Esse projeto é o único do mundo que sobrevive com os preços atuais de terras raras fora da China. Por isso, nós acreditamos que esse projeto pode quebrar o monopólio chinês com terras raras”, disse o diretor executivo da Meteoric, Marcelo de Carvalho.

Parceria

O governador Romeu Zema destacou a parceria do Estado com o setor privado e municípios para atração de investimentos. “O setor privado tem sido muito parceiro do governo, assim como as prefeituras. Sozinho é difícil levar adiante tudo que nós precisamos. Por isso, é importante contar com essas parcerias”, enfatizou.

Atração turística -  Ainda em Poços de Caldas, o governador Romeu Zema vistoriou uma das principais atrações turísticas do município, o teleférico, considerado o maior em extensão do Brasil. Reaberto neste ano, ele conta com uma nova estrutura e teve o apoio do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), por meio das linhas de crédito que viabilizou o retorno das atividades. Zema destacou a importância desta atração turística para o município, que tem a expectativa de receber mais de 300 mil turistas por ano. “Essa atração turística significa mais geração de emprego e de renda. O prefeito me disse que os hotéis estão 100% cheios. É isso que estamos fazendo para Minas Gerais, divulgando nossas belezas para que o turismo seja cada vez mais dinâmico” pontuou. Zema também conheceu o Cristo Redentor de Poços de Caldas. Na oportunidade, ele tomou um café com autoridades locais e visitantes.