Exposibram Alcoa

Otavio Carvalheira, Presidente da Alcoa no Brasil durante a mesa temática: “Mineração na Amazônia”

A Alcoa Brasil participou do evento mais relevante do setor da mineração na América Latina, Exposibram 2022. A exposição e o Congresso Brasileiro de Mineração aconteceram entre 12 e 15 de setembro, na Expominas, na capital mineira, Belo Horizonte.

A participação da Alcoa aconteceu por meio de patrocínio e participação em painéis temáticos do Congresso, que reuniu mais de 1300 participantes entre especialistas, pesquisadores, estudantes e representantes de empresas do setor mineral.

No dia 13, segundo dia do evento, Mônica Moncada, Engenheira Geotécnica Sênior da Alcoa, participou do painel “O Desafio de Rejeitos – Gestão e Inovação”, junto com o diretor do Conselho Internacional de Mineração e Metais, Aidan Davy, e o diretor de Geotecnia da Vale, Rafael Bittar. A moderação ficou a cargo do gerente sênior de Gestão de Barragens da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração, Marcos Antônio Lemos Júnior.

A engenheira destacou em seu conteúdo que, além da aplicação do Global Standard, é fundamental que as empresas estejam constantemente planejando, colocando em prática e verificando as ações de segurança das barragens.

Na manhã seguinte, quarta-feira (14), Otavio Carvalheira, Presidente da Alcoa no Brasil e Vice-presidente de Operações Brasil, San Ciprian e Oriente, participou, da mesa temática: “Mineração na Amazônia”, e destacou que “o maior desafio para a mineração na Amazônia é garantir um legado positivo, multiplicador, gerando valor compartilhado para a Comunidade e o Meio Ambiente”.

A mesa foi mediada por José Fernando Gomes Jr., secretário do SEDEME (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia) do Pará, e teve participação de representantes de grandes companhias do setor mineral, como Guido Germani, Diretor Presidente da Mineração Rio do Norte; Hugo Barreto, Diretor Presidente do Fundo Vale; Newton Viguetti, Gerente Executivo de Sustentabilidade e Jurídico da Mineração Taboca, e Welney Paiva, Diretor de Operações da Imerys.

Compartilhe!

A Alcoa também abriu um espaço para falar da importância do Alumínio, nesse dia, trouxe para área de Palestras Técnicas o tema “Alumínio: Transformando Potencial em Progresso Verdadeiro”.

A mesa foi acessível para o público do Congresso, como também para os participantes da Exposição. A mediação ficou por conta da profissional de comunicação, com uma vasta experiência na indústria do alumínio, Renata Freitas, diretora de Comunicação e Gestão da ABAL (Associação Brasileira de Alumínio), associação que representam 100% dos produtores de alumínio primário.

A mesa-redonda iniciou-se com Jean Yamamoto, gerente de Metal e Trading da Alcoa, falando da cadeia de produção: transformação da bauxita em produtos e soluções para o mundo moderno, aplicabilidades e sobre os produtos: Bauxita, Alumina e Alumínio.

E, no segundo momento, Elizabeth Batistela, gerente Comercial, destacou a presença da Alcoa no Mundo e no Brasil, falou sobre as metas da Companhia em relação às emissões de GEE e da nova linha de produtos verdes: Sustana, como EcoSource, EcoLum, EcoDura.

A atividade foi encerrada com destaque ao investimento e a importância do religamento do smelter da Alumar, em São Luís (MA), colocando a Alcoa entre uma das maiores produtora de alumínio do mundo, destacando o uso de 100% de energia renovável, geração de 2500 novos postos de trabalho diretos e indireto, envolvimento com a Comunidade, como também a viabilização da autossuficiência do mercado brasileiro de alumínio.