marc 

Marcelo pleiteia uma cadeira na Assembleia Leguslativa de Minas Gerais

O vereador e presidente da Câmara Municipal de Poços de Caldas, Marcelo Heitor, do PSC, também oficializou sua candidatura a deputado estadual pelo PSC, neste final de semana e durante a convenção, recebeu apoios de relevância a sua candidatura, como por exemplo, de Euclydes Pettersen que é Deputado Federal e Presidente do PSC em Minas Gerais e também seu líder na Câmara Federal

Outro apoio importante para a candidatura de Marcelo veio de Cleitinho Azevedo, candidato e líder nas pesquisas na corrida para o Senado Federal, assim como de Noraldino Junior, presidente do PSC em Minas Gerais. Todos eles não só aprovaram como também declararam apoio à candidatura do vereador Marcelo, que os considera como amigos.

A convenção do PSC aconteceu em Centro de Convenções e estava completamente lotada. Após o término da convenção, o vereador e candidato a deputado estadual se reuniu em particular com o deputado Euclydes e também com o candidato ao Senado, Cleitinho, ficando decidido que nós três estarão caminhando juntos em várias cidades da região, além de Poços de Caldas, claro,

Marcelo retornou de BH muito feliz com o apoio recebido durante a convenção e ainda mais confiante em uma vitória nas urnas.

Senador prestigia lançamento da candidatura de Celso Donato

Foi lançada oficialmente neste sábado, a candidatura de Celso Donato a Deputado Federal. Na oportunidade esteve presente o Senador da República, Alexandre Silveira no município para a ação de lançamento.

Com a presença de apoiadores da cidade e do Sul de Minas, o momento selou oficialmente a candidatura de Celso Donato à Deputado Federal. Com a homologação da ata da Convenção estadual do partido, Donato é oficialmente candidato.

"O sentimento que procuro despertar é em exatamente poder representar bem toda Poços de Caldas e região. Quem ama Poços e deseja o melhor de nossa região, entende a importância de termos um representante em Brasília, e não podemos continuar assim, a região é forte demais para não termos nosso lugar! Se tivéssemos representantes, nossa cidade poderia muito mais e Poços estaria ainda mais forte. Em 19 anos de vida pública, vou concorrer pela primeira vez a um cargo eletivo, pois entendo essa necessidade. Estamos muito confiantes e felizes com tantas declarações de apoio nesta caminhada nova e que está apenas começando", comentou o candidato a Deputado Federal, Celso Donato.

O prefeito Sérgio Azevedo, em sua fala, exaltou o preparo de Donato e a necessidade da representatividade. "Celso sempre foi meu braço direito, têm uma vasta experiência na Política tendo trabalhado já com dois deputados (Dr. Mosconi e Dalmo Ribeiro) e nesse novo desafio, não tenho dúvidas de que ele é a pessoa mais preparada. Hoje em dia já não digo mais que é 'apenas' importante, ter um deputado; é extremamente necessário. Precisamos de representantes para realmente reforçar o nosso município e prosseguir todo o trabalho em áreas diversas da cidade. É fundamental esse apoio para que Poços siga progredindo."

O Senador da república Alexandre Silveira, durante sua fala, também reforçou o desenvolvimento de todo o trabalho do candidato.

"Tenho certeza que o Celso está gabaritado para representar Poços e toda região. Necessitamos realmente de pessoas como o Celso, no Distrito Federal. Precisamos focar em realmente contribuir com a cidade e com a região, então o Sul de Minas merece esse representante e precisa pensar em pessoas da terra para serem representantes!"

Além de apoiadores e amigos, estiveram presentes no lançamento inúmeras lideranças políticas de Poços e região.

Apoio exclusivo, só para federal

Na avaliação do prefeito Sérgio Azevedo é ruim para a cidade ter tantos candidatos, mas isto reflete o sistema político brasileiro. "São mais de 30 partidos, cada partido quer lançar seu candidato e no final o que acontece? A cidade não fica em primeiro plano", lamentou, em entrevista ao programa Papo Sob Medida, da Master Web Rádio.

Segundo o prefeito, hoje como gestor, coloca a cidade em primeiro plano e por isso vai concentrar seu apoio em um candidato só. "Eu queria um candidato federal e um estadual para pedir que a cidade nos apoiasse. Vou apoiar um federal, mas nosso grupo tem de 3 a 4 candidatos a estadual, então não tem como apoiar todos e a cidade nem vai entender. O apoio exclusivo vai ser ao Donato como candidato a deputado federal. Faltam alguns dias e se chegarmos a um consenso de um candidato só a estadual, dai terá o nosso apoio", garantiu.

Sérgio disse ainda que há 10 anos era importante ter deputado, mas que hoje é mais do que isso, é fundamental, porque o sistema do jeito que está, sem um deputado federal, os prefeitos ficam à míngua.

"Quantas vezes que eu tive que ir à Brasília e fazer o papel de deputado? Nós só conseguimos com o senador Alexandre Silveira, e antes dele o Anastasia, que nos apoiou, porque senão não tínhamos conseguindo nada", afirmou.

O prefeito reconheceu que alguns parlamentares também ajudaram, mas com poucas coisas, que não são significativas. "Com o senador Alexandre Silveira conseguimos R$ 10 milhões para o Hospital do Câncer, mais R$ 4 milhões para fazer asfalto, que são verbas significativas. Com um deputado nosso podemos conseguir muito mais", garantiu o chefe do executivo.

Contra os candidatos de fora

Questionado se Celso Donato tem recebido muito apoio de prefeitos da região, Sérgio respondeu que é muito relativo, porque há prefeitos que já tem compromissos com deputados que buscam a reeleição.

"Foi um tsunami, esses deputados que hoje estão no cargo tiveram muito dinheiro e as cidades que os apoiaram receberam dinheiro deles. Quem vem novo é difícil entrar nesse momento aí, por isso temos que concentrar a força no Celso para que Poços volte a ter um deputado, volte a ter esta representatividade", defendeu o prefeito.

Na avaliação dele, não dá para se pegar um candidato de fora e apoiá-lo. "Aqui é Poços de Caldas. Quando eu vejo falar de Rafael Simões, de Pouso Alegre, que vai ter voto aqui e que tem gente o apoiando, eu não acredito. Como é que a gente apoiar gente de Pouso Alegre aqui em Poços? O Rafael é meu amigo, é ótimo prefeito, vai ser eleito com folga e merece, mas com voto de Pouso Alegre, não com o nosso. O nosso tem que ser para um representante nosso e temos que fazer força nisso e peço o apoio da população", defendeu.

   CURTAS   

m.jpg

* Unidos pela candidatura de Alexandre Silveira e Celso Donato, ambos do PSD: Sérgio, Mosconi e Geraldo que querem fazer do candidato a deputado federal e o senador, os mais votados em Poços de Caldas. A previsão do prefeito é que Celso sairá da cidade com algo em torno de 40 mil votos.

* Assim como o seu principal criador, o ex-deputado Carlos Mosconi, de quem foi assessor na Assembleia Legislativa, Celso Donato também optou por vestir camisa azul, a cor preferida do ex-deputado que dificilmente aparece nas nos eventos e até no trabalho diário, vestindo camisa de cor diferente. Acha que o Azul-Tucano traz sorte.

* Na recepção ao senador Alexandre Silveira, sábado à tarde, no salão de festas do Hotel Village Inn, nenhum dos dois candidatos de Poços de Caldas, que disputam vaga na Câmara Federal (Diney Lennon e Ciça), estiveram presentes. A festa girou toda ela em torno do deputado Odair Cunha, também do PT, que concorre à reeleição. Estavam presentes, além do presidente do Sindifurnas, vereadores da região, todos do PT, claro.

* Este foi mais um final de semana em que a cidade esteve repleta de turistas para alegria de hoteleiros, comerciantes e demais segmentos que vivem do turismo. Sem dúvida, a fase é das melhores no que diz respeito ao número de visitantes, atraídos também, por eventos programados pela administração municipal, no caso, foi a exposição de carros antigos.

* Quem também marcou presença na festa de lançamento da candidatura de Celso Donato a deputado federal foi o jornalista Wagner Alves, diretor da Folha Regional, de Muzambinho. Aproveitou para bater um papo e colocar a conversa em dia com o engenheiro Antonio Carlos Alvisi, Secretário de Planejamento da Prefeitura.

* Dia desses, numa cafeteria da cidade, alguns amigos comentavam sobre a quantidade de furtos registrados quase que diariamente, de fios de cobre e outros metais que são comercializados em depósitos de ferro velho. Até mesmo peças de ferro estão sendo roubadas, como tampas de bueiro, por exemplo. E foi aí que alguém citou um furto recente, noticiado pela imprensa, sobre o sumiço de trilhos do metrô no Rio de Janeiro.

* Fez lembrar um grande mistério que até hoje está sem resposta por aqui. Que fim levou, afinal de contas, mais de dois quilômetros de trilhos que serviam antes ao ramal ferroviário desde a estação ferroviária até as proximidades do Jardim Country Clube? Até agora não se sabe quem retiro e quem ordenou a retirada dos trilhos e para onde foram levados.

* Quem esteve nos últimos dias com o secretário de saúde Carlos Mosconi notou um certo ar de abatimento com um misto de nervosismo. Segundo conversas em off, o ex-deputado passa por uma fase de inferno astral que tem como principais motivos a CPI aberta pela Câmara para apurar possíveis irregularidades na sua pasta, assim como apoio do União Brasil, de Poços de caldas, que tem como estrela principal, o vice-prefeito, Julio de Freitas, ao candidato a deputado estadual Rodrigo Lopes, de Andradas, hoje o seu principal desafeto naquela cidade. Mosconi estaria irritado, principalmente, pelo apoio da prefeita Margot Pioli ao seu antecessor no cargo.

* Com o sucesso da festa de lançamento da sua candidatura a deputado federal, Celso Donato parecia mais um pinto no lixo, tanto era a sua satisfação pelo apoio recebido não só na festa, mas também nas suas andanças pelas ruas, onde começa a se tornar mais conhecido. Com uma disposição invejável, já é, sem dúvida, o nome mais falado quando o assunto é candidato a deputado federal, pelo menos em Poços.

* Marcelo Heitor, candidato a deputado estadual pelo PSC, vai para a sua eleição (foi reeleito vereador), ostentando o mesmo número das duas eleições que participou, 20777, seu número da sorte na política, até aqui.

l.jpg

* Alexandre Silveira, do PSD, senador candidato à reeleição, conseguiu o que parecia impossível, além do apoio do grupo da situação em Poços de Caldas, obteve também o apoio do PT, PSB e da Rede, todos eles unidos e trabalhando pela reeleição de Alexandre Silveira para o Senado, Alexandre Kalil para o Governo do Estado e Lula para Presidente da República.

* Alexandre fez um discurso muito afinado com os temas e propostas do PT. Lembrou, com muita justiça, a recuperação das rodovias que chegam a Poços que estavam abandonadas, quando era diretor do DNIT. Lembrou, inclusive, que foi uma luta do então prefeito Paulo Tadeu e de outros prefeitos da região.

* Quem também brilhou durante o encontro foi a pré-candidata a deputada estadual, pelo PT, Cacá D’arcádia, que fez um belo discurso em defesa dos direitos da mulher. O discurso dela emocionou alguns dos presentes e foi o ponto alto do encontro. Como pai, Paulo Tadeu, ficou muito emocionado com a fala dela, o que para ele não foi propriamente uma surpresa, mas mexeu com seu coração, disse o ex-prefeito ao blog

* Na edição desta segunda-feira, o diário oficial do Município publica 155 páginas com 1.554 notificações por infrações cometidas no trânsito, flagradas pelo sistema de monitoramento por meio de câmeras e também pelos agentes. Verifique se você não foi um dos “premiados”. Os motoristas notificados terão 30 dias para recorrer e tentar anular a multa.

* Quatro candidatos ao governo de Minas participaram do primeiro debate na noite deste domingo na TV Band Minas. Alexandre Kalil, do PSD, Carlos Viana, do PL, Lorene Figueiredo, do PSOL, e Marcus Pestana, do PSDB, estiveram presentes como prometido. Romeu Zema desistiu de participar quando faltavam cerca de 50 minutos e informou em nota que estava “indisposto”.

* Nas suas considerações finais, no debate de ontem, o candidato ao governo Marcus Pestana disse que a administração pública e a política se fazem com coração quente e cabeça fria. Disse que o símbolo de sua campanha será o Miguel, menino que ligou para a Polícia Militar pedindo por comida.

* Segundo o jornalista Luiz Tito, do jornal O Tempo, o crescimento da candidatura de Cleitinho à vaga no Senado preocupa não apenas os seus adversários. No fim de semana, chegou-se a ouvir que havia candidatos querendo desistir da disputa para ficarem onde já estão, porque só um vai subir. Apesar do apoio que vem recebendo e vários partidos, tanto de situação, como de oposição, a candidatura de Alexandre Silveira, do PSD, ainda não decolou.